Escolha uma Página
Exército vai auxiliar agentes de saúde no combate à dengue, em Porto Velho
Trinta homens do exercito devem iniciar os trabalhos nesta segunda.
Mais de 300 casos da doença já foram notificados neste ano.
O número de casos de dengue em Porto Velho, assim como em todo o estado, é cada vez mais crescente. De acordo com a Coordenação Municipal de Controle da Dengue, durante todo o ano passado 426 casos da doença foram registrados na capital, só em janeiro deste ano 380 casos já foram notificados. Na tentativa de mudar este cenário, o exército vai auxiliar a prefeitura do município no combate à doença a partir desta segunda-feira (18).
A situação da infestação da doença na capital é grave. Comparando os dados de janeiro de 2012 e de 2013, o amento é de mais de 1000 % nos índices, caracterizando um surto epidêmico em Porto Velho, de acordo com o coordenador de combate a dengue, Raimundo Feitoza.
Diante disto, a prefeitura solicitou o auxílio do exercito no trabalho de combate a doença. “Trinta militares trabalharão juntamente com os agentes de combate a endemias, iniciando pela Vila Militar, Vila Tupi e toda aquela região”, explica o coordenador. No total, serão cerca de 70 profissionais envolvidos na ação.
Os cinco Bairros da capital que concentram a maioria das notificações são: Aponiã; São Francisco; Castanheiras; Nacional e Areia Branca. Toda a população deverá ficar atenta, eliminando os criadouros dentro e fora das residências.
G1/montedo.com
Skip to content