Escolha uma Página
Polícia prende homem suspeito de matar soldado do Cavex em Taubaté
Suspeito, que trabalhava com a vítima, confessou o crime.
Homicídio teria sido motivado por uma discussão no trabalho.
Um homem foi preso na tarde deste sábado (1°) suspeito de matar um soldado do Comando de Aviação do Exército (Cavex) após uma festa na madrugada no Distrito Industrial do Una, em Taubaté. O suspeito, que trabalhava com a vítima, confessou o crime à Polícia Civil.
O corpo da vítima de 19 anos foi encontrada por volta das 7h por pessoas que estavam com ele na confraternização. Desde então, equipes da Polícia Civil realizavam diligências para encontrar o autor do crime.
De acordo com a divisão de homicídios da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), a polícia chegou ao suspeito por meio de depoimentos testemunhais. O autor foi detido no centro de Taubaté e confessou o crime.
À polícia, o suspeito informou que teve uma discussão com a vítima em 2011. A vítima entrou no Exército este ano. Na noite de sexta-feira (30) os dois foram a um churrasco de confraternização e na volta a vítima pegou carona com o suspeito, que decidiu fazer o acerto de contas. O corpo foi abandonado no Distrito do Una.
Com o suspeito, a Polícia Civil também apreendeu apreendeu uma pistola 380.
O Cavex confirmou que os dois envolvidos são do Exército, mas informou que não considera a ocorrência como crime militar. Dessa maneira, o crime civil será tratado pela Justiça comum. O suspeito seguiu ainda no sábado para o Cavex, onde ficará detido até o fim de um inquérito interno.
G1/montedo.com
Skip to content