Escolha uma Página

Um bronco acaba de postar esta pérola na área de comentários:

Anônimo disse…
Prq vc não publicou o requerimento do Dep Claudio Cajado, que trata da audiencia publica dos QEs??? Não seria este momento importante para a classe militar?? ou Continua achando que os politicos estao enganando os QEs das FFAÄ?????Montedo vc será no fundo um daqueles subão que saiu oficial sem academia,mais que vê nos QEs um bando de semi-alfabetizados e que deviam estar satisfeitos por terem estabilizados??????????sei não.

Ditante de um mimo desses, tive que recorrer a minha sutileza de cavalariano para responder:

blog montedo.com disse…

Companheiro, deixe de ser ridículo!
Não será com comentários de baixo nível como este que você conseguirá algo de positivo por aqui.
Quer saber por que (até hoje), não publiquei a notícia?
Por que até este momento não acreditava em sua veracidade.
Por que, se você, apesar de bronco, não é um semi-alfabetizado, o deputado é!!!!
Ou então, não convocaria para uma audiência pública os ‘Ministros’ da Marinha Exército e Aeronáutica!!!
Está lá, no tal requerimento 190!
Tenha a santa paciência! Como seria possível acreditar que um absurdo destes, uma confissão pública de ignorância, pudesse ser real?
Faço votos de que hajam outros deputados mais qualificados nessa comissão, pois se depender dessa ‘excelência’, a coisa para os amigos do Quadro Especial está muito mal parada.

Eis aqui do que falo:

REQUERIMENTO Nº 190, de novembro de 2012



(do Sr. CLAUDIO CAJADO)



Solicita realização de Audiência Pública com a presença dos expositores nominados, para discussão do Projeto de Lei n° 4393 de 2012, Extingue o Quadro Especial de Terceiros-Sargentos do Exército, cria o Quadro Especial de Terceiros-Sargentos e Segundos-Sargentos do Exército e dispõe sobre a promoção de soldados estabilizados à graduação de cabo.
Senhor Presidente:
Requeiro com base no art. 255 do Regimento Interno da Câmara dos Deputados, ouvido o Plenário, sejam convidados a comparecerem a esta Comissão, em Audiência Pública, a realizar-se em data a ser posteriormente definida, para debater o Projeto de Lei n° 4373/2012, que Extingue o Quadro Especial de Terceiros-Sargentos do Exército, cria o Quadro Especial de Terceiros-Sargentos e Segundos-Sargentos do Exército e dispõe sobre a promoção de soldados estabilizados à graduação de cabo.
1) Ministro de Estado do Exército;
2) Ministro de Estado Aeronáutica;
3) Ministro de Estado Marinha;
4) Presidente da Associação de Praças das Forças Armadas – APRAFA, o Sr. Jair da Silva Santos;
5) Presidente da Associação dos Militares da Reserva, Reformados e Pensionistas das Forças Armadas – AMARP, o Sr. Genivaldo da Silva.
J U S T I F I C A T I V A
No dia 23 de outubro fui designado relator do Projeto de Lei 4373/2012, o qual permaneceu na Secretaria da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional até o dia 21 de novembro para fins de recebimento de emendas, a teor do que dispõe o artigo 119, do Regimento Interno desta Casa. Durante esse período, foram apresentadas 14 (quatorze) emendas a essa proposição, muitas delas com a sugestão de se alterar quase que por completo o escopo do projeto.
Contudo, além das manifestações parlamentares, traduzidas nas referidas emendas, o que me tem chamado a atenção é o número impressionante de associações, de comitês e de grupos representativos dos militares das três Forças Singulares que têm procurado o meu gabinete com o propósito de apresentar as suas demandas, as suas reivindicações e os seus e anseios, que seriam materializados em possíveis alterações ao texto do projeto de lei ora em análise.
Aliado a essas manifestações, feitas de forma presencial, não se pode deixar de registrar o sem-número de telefonemas, de e-mails e de outros contatos efetuados por meio dos canais de interação popular existentes nesta Casa Legislativa, direcionados a mim, em razão da relatoria da proposição em destaque.
Percebe-se, portanto, que se trata de um projeto complexo, que interessa de perto a milhares de pessoas que serão direta ou indiretamente atingidas, ao Governo e, o mais importante, à sociedade.
Dessa forma, e considerando a natureza da matéria veiculada nesse projeto de lei e, sobretudo, os reflexos que ele trará a um elevado número de pessoas, considero oportuno e conveniente que sejam convidados representantes das partes interessadas nessa proposição, para, em audiência pública, apresentarem subsídios, dados técnicos e outros elementos que possam auxiliar na análise e na posterior confecção do relatório e voto que irei apresentar perante este Colegiado.
Do quanto exposto, entendendo relevante a realização da audiência pública ora proposta, de sorte a envolver a sociedade no debate em torno do Projeto de Lei 4.373/12, conclamo os senhores membros a aprovarem o presente requerimento.
Brasília, em de novembro de 2012.
Deputado CLAUDIO CAJADO
DEM/BA

Paulo Roberto União, via Pérola do Mamoré/montedo.com


Além de convocar os ‘ministros’ de pastas extintas há 13 anos, o distinto deputado deixou de convocar o Ministro da Defesa.
Bem, o fato é que o assunto entra na pauta amanhã, segundo o blog do Paulo Roberto.
Desejo boa sorte aos amigos do Quadro Especial, mas, em matéria de relatoria, a coisa está feia.
Skip to content