Escolha uma Página
Forças de segurança ocupam favelas do Complexo de Manguinhos, no Rio
Com o apoio de blindados da Marinha, megaoperação teve início pouco antes das 5h
Forças de segurança ocupam favelas do Complexo de Manguinhos, no Rio Felipe Dana/AP
Tanques ocuparam o complexo de favelas de Manguinhos nesta manhãFoto: Felipe Dana / AP
A polícia do Rio de Janeiro ocupou na manhã deste domingo o complexo de favelas de Manguinhos, um dos mais violentos da cidade, e intensificou a presença no Jacarezinho, um dos maiores centros de consumo de crack da capital fluminense.
A operação é parte dos esforços das autoridades para recuperar o controle das favelas mais perigosas da cidade e para melhorar a segurança antes da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016.
A megaoperação teve início pouco antes das 5h com a passagem de 13 blindados da Marinha que abriram caminho pelas ruas estreitas de quatro favelas em Manguinhos, onde foi concentrada a força militar.
— A situação é de absoluta tranquilidade, não há incidentes. Mas estamos preparados para qualquer cenário — disse o coronel Federico Caldas, relações públicas da Polícia Militar (PM) do Rio.
Ninguém foi detido na operação.
— Agora segue um processo meticuloso de busca de drogas, de armas e a prisão de criminosos — completou Caldas.
Em Manguinhos será instalada uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) com agentes treinados especialmente para enfrentar os problemas da comunidade.
No Jacarezinho, área afetada pelo grande consumo de crack, a Polícia Civil intensificou a presença, mas não houve ocupação.
— A Polícia Militar precisa de mais tempo para ocupar esta área. O que vamos fazer é ter uma presença constante. As operações que já fazíamos serão intensificadas — disse Fernando Veloso, subchefe de Polícia Civil, ao canal Globo News.
Zero Hora (AFP)/montedo.com

Comentar

Skip to content