Escolha uma Página
Servidores dos núcleos de tecnologia da Aeronáutica, Exército e Marinha votam paralisação na próxima quinta-feira.
Os cerca de 15 mil técnicos civis incluídos no Plano de Cargos e Carreira de Tecnologia Militar (PCCTM) esperavam receber proposta de reajuste de 15,8% hoje no Ministério do Planejamento.
O plano foi frustrado depois que o secretário de relações do trabalho do governo Sérgio Mendonça desmarcou reunião para se encontrar com a ministra Miriam Belchior.
Sem proposta, os servidores sem farda das Forças Armadas ameaçam cruzar os braços. Decisão é vista por militares como inevitável, já que o salário dos civis depende do Planejamento e não do Ministério da Defesa.
Na Aeronáutica, o pessoal da área de saúde já parou de trabalhar e aguarda proposta do governo que saí hoje.
Poder OnLine/montedo.com
Skip to content