Escolha uma Página
Praias já são vigiadas pelas Forças Armadas na segurança da Rio+20
Homens do Exército, Marinha e Aeronáutica iniciaram nesta segunda-feira esquema especial de segurança para a Rio+20, conferência da ONU sobre desenvolvimento sustentável. A cidade amanheceu com militares fortemente armados em pontos turísticos, como Aterro do Flamengo e Praia de Copacabana.
Soldados fortemente armados já tomam o calçadão da Praia de Copacabana | Foto: Maíra Coelho / Agência O Dia
Soldados fortemente armados já tomam o calçadão da Praia de Copacabana 
Foto: Maíra Coelho / Agência O Dia
Lá, no Forte, começou ontem série palestras do evento. Nesta segunda à tarde, os pavilhões 3 e 4 do Riocentro passaram por varredura antibombas. O centro de conferência sediará o encontro de mais de 100 chefes de estado, de 20 a 22 de junho.
Ao todo, 20 mil homens reforçarão a segurança na cidade, 13 mil deles das Forças Armadas. Vias expressas como Avenida Brasil, Túnel Rebouças e linhas Amarela e Vermelha ganham reforço do Exército durante a Rio+20. Navios da Marinha já monitoram a orla e a Baía de Guanabara.
O esquema especial de trânsito para os dias da conferência será alterado. O prefeito Eduardo Paes voltou a fazer nesta segunda apelo aos cariocas para que eles deixem os carros em casa de 20 a 22, quando mais de cem chefes de estado vão se deslocar pela cidade:
“Estamos felizes de nos tornar o centro do mundo. Isso pressupõe ajustes em nossa rotina”, reforça.
Prefeito de NY em favela
O prefeito Eduardo Paes disse ontem que o de Nova York, Michael Bloomberg, visitará o Morro Chapéu Mangueira, no Leme, dia 19 de junho. Ele será apresentado ao projeto Morar Carioca Verde.
Prainha: ‘selo’ de qualidade
A prefeitura quer construir posto de salva-vidas e promete aumentar a fiscalização sobre estacionamento irregular na Prainha, candidata a receber o certificado Bandeira Azul, um atestado de excelência de praias.
O deque será reformado, e a vegetação de restinga, recuperada. O acesso limitado de veículos, que já acontece no verão, poderá ser permanente. A ações foram anunciadas ontem em seminário no Forte de Copacabana pelo vice-prefeito e secretário municipal de Meio Ambiente, Carlos Alberto Muniz.
O Dia/montedo.com
Skip to content