Escolha uma Página
Colisão entre embarcações mata soldado e professora no Pantanal
Corumbá (MS) – Um acidente fluvial levou a morte duas pessoas na noite desta quarta-feira (6), por volta das 19 horas, quando a embarcação de pequeno porte em que seguiam para a cidade de Corumbá colidiu com uma embarcação pesqueira que seguia em sentido contrário. O acidente aconteceu na região da baía do Saracura, distante cerca de 300 quilômetros da área urbana corumbaense.
No barco de pequeno porte seguiam Edvaldo da Silva, 20 anos, Anderson Magalhães de Souza, 21 anos, ambos soldados do Exército lotados no destacamento de Porto Índio, e a professora Maria Tereza, que leciona numa escola da região.
Segundo o boletim de ocorrência (nº3800/2012), registrado na Delegacia de Polícia Civil de Ladário, o soldado Anderson pilotava a embarcação, popularmente chamada de voadeira, que colidiu frontalmente com o barco pesqueiro.
O impacto foi tão forte que a voadeira afundou e as vítimas ficaram boiando na água devido ao uso do colete salva-vidas, entretanto a professora Maria Tereza veio a óbito no local. Anderson chegou a ser socorrido, mas não resistiu ao transporte até à cidade de Corumbá.
O condutor da embarcação pesqueira, José Reinaldo afirma que sua estrutura conta com iluminação apropriada para navegação noturna e que a voadeira não possuía o dispositivo, motivo pela qual não foi visualizada na rio Paraguai. José Reinaldo foi quem resgatou as vítimas do rio e as levou até ao quartel do 17º Batalhão de Fronteira, em Corumbá, de onde, posteriormente, os corpos do soldado e da professora foram encaminhados para o Instituto Médico Legal.
MídiaMax/montedo.com
Skip to content