Escolha uma Página
Governo e Exército levarão 600 carros-pipas ao semiárido do Piauí
Wilson Martins reúne-se com representantes do exército e da Defesa Civil. Ao todo, devem ser investidos R$ 7,5 milhões.
Evelin Santos/CidadeVerde.com
O governador Wilson Martins irá solicitar ao exército o aumento de carros-pipas para atender a população de aproximadamente um milhão de pessoas afetadas pela seca no Piauí. O comandante do exército em Teresina, tenente-coronel Humberto Silva Marques e toda a cúpula da Defesa Civil estadual estão reunidos com o governador no Palácio de Karnak. Ao todo, devem ser investidos R$ 7,5 milhões.
O Piauí tem aproximadamente 150 municípios com problemas de abastecimento de água, dos quais 94 já foram reconhecidos pelo Estado enquanto apenas 67 são tidos como em situação de emergência pela Defesa Civil nacional.
Atualmente, o Piauí é atendido com 300 carros-pipas em 76 municípios, atingindo cerca de 220 mil pessoas na região do semiárido. A proposta do governador é que sejam definidas ações em conjunto com o exército para evitar a duplicidade na prestação do serviço. Wilson Martins quer mais 300 unidades, que serão financiados pelo Estado e exército.
O secretário de Defesa Civil, Ubiraci Carvalho, diz que o governo do Estado solicitou a Bolsa Estiagem no valor de R$ 400 para o pequeno agricultor familiar que não recebeu o Seguro Safra. A quantia será dividida em cinco vezes. Carvalho acrescentou que será distribuída ração animal e concedidas novas linhas de crédito para pequenos produtores.
O governador Wilson Martins afirmou que no seu último encontro com Dilma Rousseff, entregou à presidente o plano de enfrentamento da seca no Piauí que contempla entre, outras ações, o reforço no número de carros-pipas, o Bolsa Estiagem, melhorias nos poços tubulares, a construção de açudes e pequenas barragens no Estado.
Cidade Verde/montedo.com
Skip to content