Escolha uma Página
Aluno do NPOR é submetido à hemodiálise e melhora
Cláudia Galvão
Ascom Santa Casa
Aluno Gustavo Lopes segue internado na UTI da Santa Casa de Maceió
A Santa Casa de Maceió divulgou na manhã desta sexta-feira, dia 27, o segundo boletim médico do aluno do Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva (NPOR) do 59º Batalhão de Infantaria Motorizado, Gustavo Santos Lopes.
De acordo com o boletim, o paciente está em observação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Maceió, foi submetido ao processo de hemodiálise e apresenta quadro clínico estável. ‘O paciente encontra-se consciente, respirando sem o suporte de ventilação mecânica e já se alimentando.’
Em entrevista ao jornal Gazeta de Alagoas, o pai do aluno, que trabalha como pedreiro, lamentou a ‘forma’ como foi noticiado o episódio com o seu filho. Segundo ele, o aluno está ‘bem e teria pedido para ir para casa’. O genitor ainda afirmou que o Exército estava dando total apoio à família.
Apesar das declarações do pai Gustavo Lopes, o mal súbito do jovem gerou uma discussão entre os internautas do Alagoas24horas sobre a metodologia dos exercícios aplicados aos jovens que prestam serviço militar.

Leia também:
Alagoas: aluno do NPOR está em estado crítico, diz boletim médico

O 59º Batalhão de Infantaria Motorizado disse, em nota, que instaurou sindicância para apurar os fatos. Gustavo foi internado na segunda-feira, 23, após passar mal durante um treinamento. Segundo informações do Exército, o jovem participava de uma marcha a pé, treinamento que faz parte de atividades do acampamento do período básico, na Fazenda Utinga Leão, em Rio Largo, quando se sentiu mal e foi levado às pressas ao hospital.
No boletim divulgado ontem, a Santa Casa informava que o jovem estava com os rins paralisados, em estado crítico, mas estável.

alagoas 24 horas/montedo.com

Skip to content