Escolha uma Página

EUA: sargento é expulso por criticar Obama
Veterano de guerra utilizou o Facebook para chamar o presidente americano de covarde e “inimigo da política e da economia”

Da AFP [email protected]
Um sargento do Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos foi expulso do exército e simbolicamente rebaixado a soldado raso por insultar o presidente Barack Obama no Facebook, anunciou nesta quarta-feira este braço militar de elite.
O sargento Gary Stein, de 26 anos, foi “desvinculado do Corpo de Fuzileiros Navais” por “razões não-honrosas”, disse a Infantaria da Marinha em um comunicado.
Militar há nove anos e veterano da guerra do Iraque, o sargento Stein tinha chamado o presidente dos Estados Unidos, no Facebook e em outros sites, de covarde e “inimigo da política e da economia”, xingando Obama em um deles.
Estar desvinculado de suas obrigações por “razões que não são honrosas” significa que o militar cometeu uma “falta grave de conduta, longe da conduta esperada de um infante da Marinha”, disse o comunicado, acrescentando que a medida foi acompanhada automaticamente de um rebaixamento de patente a soldado raso.
Em um dos sites, Stein também vendia adesivos que diziam “NOBAMA 2012” e tinha um site chamado “Tea Party das Forças Armadas”, em apoio ao grupo ultraconservador de mesmo nome.
Como comandante em chefe das Forças Armadas, o presidente Obama é considerado superior do sargento.
Band/montedo.com

Skip to content