Escolha uma Página
LUPA NO CASO SÃO PAULO
Marco Aurélio Reis

A procuradora-geral de Justiça Militar, Cláudia Márcia Ramalho Moreira Luz, designou duas procuradoras do Rio para acompanhar o Inquérito Policial Militar aberto para investigar o incêndio ocorrido no porta-aviões São Paulo – quando um marinheiro morreu e outros dois saíram feridos. As representantes do Ministério Público Militar vão buscar esclarecimentos da Marinha sobre o incêndio e os demais ocorridos no porta-aviões nos últimos anos, conforme O DIA revelou em reportagem exclusiva.

Leia também:
Incêndio no porta-aviões São Paulo mata um e fere dois militares no RJ. E não foi por falta de aviso!


Skip to content