Escolha uma Página
Família Militar unida faz ” Carreata” em Brasília e sensibiliza sociedade Civil
Família Militar luta por seus “DIREITOS”
Quinta-feira, por volta das 13h30, a AMARP – FFAA/DF(Associação dos Militares da Reserva, Reformados e Pensionistas das Forças Armadas), realizou em Brasília-DF, Carreata da Família Militar, com o objetivo de cobrar do governo as PERDAS SALARIAS E O PAGAMENTO DOS 28,86%, já pacificado pelo Supremo Tribunal Federal e que até agora só ficou no papel . Por telefone, conversei com o presidente da Associação, Sgto R1-Genivaldo da Silva, que analisou a mobilização como sendo positiva.
Mesmo com uma pequena participação de militares das F.A, a Carreata transcorreu pacificamente e atingiu seu objetivo, que foi mostrar ao governo e a sociedade Civil o descontentamento da Família Militar, que atravessa estado de miserabilidade e esquecimento, desde a época do Governo Sarney.

Leia também:Líder das mulheres dos militares é barrada ao tentar subir a rampa do Planalto

O presidente da AMARF, Genivaldo da Silva, salientou que a mobilização só não foi maior, devido a pouca divulgação por parte da mídia. A UNEMFA (União Nacional das Esposas de Militares) também participou da mobilização e segundo a Agência Brasil, a presidente da Associação, Ivone Luzardo, tentou subir a rampa do Palácio do Planalto para entregar um documento à presidente Dilma Rousseff, mas foi detida pelos seguranças. Mas o fato não a impediu de protocolar pedido de audiência com o governo, para que as reivindicações dos militares das Forças Armadas sejam enfim acatadas.
A Família Militar prossegue em sua luta e em breve, novas mobilizações deverão ocorrer em todo território Nacional, caso a presidente Dilma, não atenda as justas reivindicações.
Como diz o slogan criado por um militar: “… Juramos morrer pela Pátria!… mas não de FOME…”.
Lígia Leal
Ponto de Vista/montedo.com
Perguntinha:
Por que não estou surpreso?
Skip to content