Escolha uma Página
Aeronáutica vai apurar morte de soldado na Base Aérea de Manaus
O soldado da aeronáutica foi encontrado caído e desacordado em sala dentro da base aérea de Manaus. Ele estava com um ferimento na cabeça
THIAGO MONTEIRO
A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), localizada no Tancredo Neves, Zona Leste, investiga a morte do soldado da aeronáutica Jonilson Alves da Silva, 20, que sofreu uma lesão na cabeça na última terça-feira (31), na Base Aérea, que fica na Colônia Oliveira Machado, Zona Sul.
De acordo com a polícia, Jonilson foi encontrado por colegas de Base Aérea no 7º e 8º Grupamento Aéreo (Graer). A vítima foi levada para o hospital militar e depois transferida para Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, no São José, Zona Leste, por último transferido ao Hospital Beneficente Portuguesa, no Centro, onde faleceu na madrugada desta sexta-feira (3)
Familiares destacaram que não sabem porque Jonilson morreu no local de trabalho. Segundo eles, até o momento nenhum superior da aeronáutica informou o que havia acontecido no local e qual era o motivo desta morte. A família também ressaltou que a vítima estava transportando materiais de uma sala para outra.
“Nós só ficamos sabendo que ele foi encontrado dentro de uma sala pelos colegas de trabalho, mas ninguém quis falar sobre o que tinha acontecido lá dentro. Tudo foi muito rápido e ninguém soube nos explicar”, disse uma parente, que preferiu não se identificar.
Conforme informações da assessoria de imprensa da Base Aérea de Manaus, foi aberto um inquérito para investigar o caso.
O laudo médico preliminar do Instituto Médico Legal (IML), na Cidade Nova, Zona Norte, constatou que o soldado teve lesão por queda. O corpo de Jonilson foi velado na sexta-feira (03), na capela da Base Aérea de Manaus.
Na DEHS, a autoria deste crime é desconhecida, mas as investigações estão em andamento pela especializada.
A Crítica/montedo.com
Skip to content