Escolha uma Página
Regimento Deodoro: Soldado de Itu em missão de pacificação no Rio de Janeiro fala ao JP
Pablo Augusto da Silva é um dos 80 militares do Regimento Deodoro que participam da Missão de Pacificação no Complexo do Alemão
Soldado Pablo está entre os militares no Rio de Janeiro. Foto: Divulgação
A cidade aniversaria nesta quinta-feira (2) e coleciona inúmeros motivos para festejar e se orgulhar. Um deles diz respeito à presença de oitenta militares, representantes do Regimento Deodoro, integrantes da Missão de Pacificação de comunidades na cidade do Rio de Janeiro. A reportagem do Periscópio conversou com um desses militares, nessa semana, pelo telefone.
Pablo Augusto da Silva tem 19 anos e integra pela primeira vez uma missão de paz, vestindo a farda camuflada do Exército Brasileiro. O jovem chegou ao Rio de Janeiro há três semanas e desde então passa por um treinamento específico em um quartel local. Na tarde da terça-feira, Pablo conversou com o Periscópio, diretamente do Complexo do Alemão. “O dia começou com um patrulhamento pelas ruas da comunidade. O povo foi muito receptivo com a tropa”, disse o jovem.
Esse foi o primeiro dia de Pablo vivenciando a missão com a população da comunidade. “A maior dificuldade até o momento (terça-feira) é o calor”, afirmou. A saudade da família e da namorada Laís também é forte, mas integrar essa missão é um sonho realizado. “Nunca vou me esquecer desses momentos aqui (Rio). É uma boa motivação para minha carreira militar, aprendo na prática e me sinto feliz”, declarou.
Aniversário

Pablo deve retornar a Itu na próxima semana. E certamente será recebido com festa pela família. “Sinto muita falta de todos de casa. Todos eles me apóiam e assim me sinto seguro”, disse. Mas além da celebração de sua volta, todos comemorarão juntos o aniversário da senhora Maria Aparecida, mãe de Pablo. “Essa é a primeira vez que passo a data longe dela. Quero lhe desejar tudo o que há de melhor. Te amo muito, mãe!”, desejou o jovem, aproveitando e desejando a Itu mais progresso, dizendo ainda ser um orgulho poder representar a cidade nessa missão.
Família do Soldado Pablo está orgulhosa dos 
feitos do ituano.  Foto: Sarah Vasconcellos
Família
A reportagem do Periscópio esteve na casa de Pablo e foi recebida pela mãe dele, além do padrasto, dos irmãos, avó, tia e primos. “O Pablo sempre quis pertencer ao Exército e isso é um orgulho para todos nós”, disse a mãe, no início da entrevista. “Desde o alistamento, ele já tinha o interesse em participar de uma missão e hoje ele realiza um sonho, um orgulho!”, completou.
“Nessa quinta-feira é meu aniversário e meu maior presente é saber que meu filho defende o nosso povo em uma missão de paz. Logo mais ele volta e nós comemoraremos juntos essa data”, finalizou a mãe.
Periscópio/montedo.com
Skip to content