Escolha uma Página

Neste vídeo, a partir dos 3 minutos, o subtenente Davi Reis Vieira de Azevedo explica porque gravou a fala do general Adhemar em reunião sigilosa: queria uma prova de que estava sendo transferido de forma ilegal. Acabou gravando as declarações do general que resultaram em acusações de homofobia.

Após acusação de homofobia contra o casal de sargentos do exército Fernando Alcântara Figueiredo e Laci Marinho de Araujo, o general Adhemar da Costa Machado Filho não foi encontrado para falar sobre o caso. O ministro da Defesa, Celso Amorim, quer acompanhar de perto o caso e se reuniu ontem com o comandante do exercito para esclarecimento das acusações.

SBT Repórter/montedo.com
Skip to content