Escolha uma Página
Octávio Costa
Investigada pelo TCU por conta de contratos milionários sem licitação nos Jogos Mundiais Militares, a Fundação Trompowsky tem obtido privilégios na realização de consultorias e projetos relacionados a obras do Dnit, feitas pelo Exército. A entidade é dirigida por oficiais reformados com trânsito no Quartel General em Brasília. O Ministério Público também está de olho nos convênios que a Trompowsky firmou com a prefeitura de São João de Meriti, no Rio de Janeiro. Coincidência ou não, o secretário de Fazenda local é Sérgio Lopes Jund Filho, ex-tenente auditor do Exército e ex-conselheiro fiscal da Fundação.
ISTOÉ Independente/montedo.com
Skip to content