Escolha uma Página

Uma foto, tirada em 23 de agosto, mostrando um soldado americano se fingindo de morto em um caixão, cercado de companheiros da caserna, está causando revolta nos Estados Unidos. A imagem foi publicada pelo “Air Force Times” esta semana. A cena deixou irados militares e viúvas que perderam o marido nas recentes guerras no Afeganistão e no Iraque.
Autoridades militares afirmaram que os envolvidos são integrantes do 345º Esquadrão de Treinamento em Fort Lee, Virginia.
Nos últimos anos, imagens de corpos de americanos mortos em batalha retornando de avião aos EUA têm alimentado os opositores dos sangrentos conflitos na Ásia.
Segundo os últimos dados do Departamento Defesa dos EUA, os americanos perderam 4.487 militares desde o início da operação no Iraque em 19 de março de 2003.
No dia 31 de agosto de 2010, quando os últimos soldados de combate americanos saíram do Iraque, 4.421 tinham morrido, dos quais, 3.492 morreram em ação. Quase 32 mil tinham sido feridos em operações no país. Saddam foi deposto, executado e as “armas de destruição em massa” dele nunca foram achadas.
O Globo/montedo.com
Skip to content