Escolha uma Página
Em sua mensagem de final de ano, o Almirante Julio de Moura Neto, Comandante da Marinha, discorreu  sobre assuntos diversos relativos a Força que comanda.
Dos 1826 segundos do pronunciamento, o Almirante reservou exatos 39s à questão salarial, ao declarar, no melhor estilo ‘enrolation’:
“Dando seguimento aos estudos sobre a remuneração dos militares, os três Comandantes de Força encaminharam, ao Ministério da Defesa, uma proposta conjunta de reajuste dos soldos, com vistas a recuperar as perdas salariais ocasionadas pela inflação, bem como a reduzir o hiato salarial existente entre a remuneração dos militares e a dos servidores da Administração Direta Federal. O Ministro da Defesa, convencido da justeza da reivindicação, levou o assunto à Presidenta da República, que mostrou-se sensível às necessidades apontadas.”
E aí, qual a novidade? O Almirante apenas oficializou uma informação já de domínio público. O assunto já foi veiculado na mídia e aqui no blog. Os comandantes levaram a proposta para Amorim e deram meia-volta. Não foram capazes sequer de solicitar uma audiência com Dilma para tratar do assunto.
Agora, convenhamos: a PresidentE mostrar-se “sensível” – Dilma sensível é bom, hein? – “às necessidades apontadas” é uma paráfrase do antigo bordão: “Nossos chefes estão preocupados”. Só tiraram a farda.
Clique aqui para assistir o vídeo e aqui para ler o pronunciamento completo do Almirante.
Ah, já ia esquecendo: pelas palavras do seu comandante, nossa Marinha vai muito bem, obrigado. Que maravilha! 
Skip to content