Escolha uma Página
Aumento garantido em 2012
ALESSANDRA HORTO
Congresso bate martelo para 937 mil servidores federais. Mais carreiras podem ser incluídas 
O governo federal bateu o martelo ontem e garantiu reajustes salariais para 937 mil servidores do Executivo em julho de 2012. O impacto da medida será de R$ 1,5 bilhão, em 2012, e de R$ 2,4 bilhões, em 2013, conforme divulgou a Coluna no último dia 1º. O aumento será concedido no valor do ponto da gratificação por desempenho.
O vice-líder do governo na Câmara dos Deputados, Gilmar Machado (PT-MG), anunciou que os recursos para o aumento serão discutidos até o fim desta semana, durante o fechamento do relatório final do Orçamento 2012. Feitas as contas na reta final, a equipe econômica do governo cravou que aumentos adicionais aprovados pelo Congresso serão vetados na Casa Civil.
Novas carreiras poderão ser incluídas até março, mas será necessário que todo o procedimento seja resultado de negociação entre lideranças e ministérios. E que, principalmente, tenha impacto reduzido no Orçamento de 2012. Novo projeto de lei contemplaria esse novo grupo.
O Ministério do Planejamento vai retomar a negociação com categorias em janeiro. Há carreiras que pedem nova progressão para atingir o topo da carreira.
Já os juízes conquistaram o direito de receber aumento de 5,2% a partir deste mês. A justificativa do Congresso é que o texto estava na Casa desde março. A Câmara dos Deputados, por sua vez, deve aprovar amanhã aumento para os seus servidores e comissionados, além de reajustar a verba de gabinete. A despesa adicional será de R$ 386 milhões por ano.
O Dia Online, via endividados/montedo.com
Skip to content