Escolha uma Página
“Cachorro operacional” salta de paraquedas em operação da FAB e do Exército
Rottweiler Adam serve no 36º Pelotão de Polícia do Exército
Rottweiler Adam saltou de para-quedas no Rio Crédito: FAB / CP
Adam não é um rottweiler comum. “Militar” do 36º Pelotão de Polícia do Exército, integrante da Brigada de Infantaria Paraquedista do Exército, o cachorro deu nesta sexta-feira o seu primeiro salto de paraquedas, durante a Operação Saci, que ocorre em conjunto entre Exército e Força Aérea Brasileira, no Rio de Janeiro. Foi o primeiro envolvendo animais em mais de dez anos, de acordo com a Agência FAB.
O feito foi mais um para o extenso currículo de Adam, que tem oito anos de idade. Empregado como cão de ataque, ele atua em missões de patrulha e esteve presente, inclusive, na operação de garantia da lei e da ordem no Complexo do Alemão, no Rio, em novembro de 2010.

Adam, com os colegas do 36º Pel PE Pqdt, pouco antes de seu primeiro salto, na manhã de ontem, no Rio (FAB)

O salto foi realizado a partir de um avião C-105 Amazonas. Adam saltou com o próprio para-quedas. Para isso, a preparação começou ainda no início do ano: “Utilizamos um equipamento de rapel, que foi desenvolvido pelo DOMPSA e que hoje é usado até pela Polícia Militar. Em cima dele, começamos a trabalhar os pontos de pressão, ancoragem e de distribuição do peso do animal”, explicou o comandante do 36º Pelotão de Polícia do Exército, tenente Daniel Totto Bianco.
De acordo com a Agência FAB, Adam vai saltar novamente nos próximos dias. Realizada pela FAB e pelo -Exército, a Operação Saci mobilizou o salto de paraquedas de mais de 1,3 militares, de dez aviões.
CORREIO DO POVO/montedo.com
Skip to content