Escolha uma Página
Taís Mendes
Foi identificado como Thiago Levi Brandão, de 22 anos, o soldado do Exército que foi baleado e morto junto com o primo de 17 anos, durante a operação realizada no Complexo de Manguinhos, na Zona Norte, iniciada na madrugada desta sexta-feira. A polícia já apreendeu um fuzil 762 com quatro carregadores que estavam com o militar, uma pistola 9mm, munição, uma pistola de brinquedo, além de crack e cocaína.

Leia também:
FORAGIDO DA JUSTIÇA MILITAR É MORTO EM TIROTEIO NO RJ

Os policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do Batalhão de Choque (BPChq) permanecem no entorno e no interior de favela. A operação conta com cerca de 80 soldados.
Um rapaz baleado no joelho deu entrada no Hospital Geral de Bonsucesso. A polícia investiga se ele teria sido atingido durante o confronto em Manguinhos e se teria algum envolvimento com o tráfico de drogas. Na unidade hospitalar, o rapaz disse aos médicos que caiu do trem.
O Globo
Skip to content