Escolha uma Página
Operação Quebra Cangalha II: 500 soldados da região participam de treinamento militar
Imagem(s): Lucas Lacaz Ruiz – A13
Operação Militar realiza travessia do Rio Paraíba do Sul
Até o dia 4 de novembro, 3.500 militares da 2ª Divisão de Exército integram o programa de instrução do Exército Brasileiro, denominado Exercício Agulhas Negras. O Vale do Paraíba cedeu 500 militares para a ‘Operação Quebra-Cangalhas II’, quando simulam o combate de tropas brasileiras para retomar um reduto ocupado por estrangeiros.
Do aeroporto da Escola de Especialistas da Aeronáutica de Guaratinguetá, os soldados embarcaram em helicópteros Esquilos, Cougar e Pantera, para a operação em várias cidades da região. Dentro das atividades de treinamento, os militares realizaram na quinta-feira (27), em Piquete, a travessia do Rio Paraíba do Sul em blindados Urutu e Cascavel.
A Operação Quebra Cangalha II é parte do Programa de Instrução Militar do Comando de Operações Terrestres do Exército Brasileiro.
As unidades militares que participam deste exercício são: 11ª Brigada de Infantaria Leve de Campinas-SP; 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel) de Caçapava-SP; Brigada de Infantaria Paraquedista (Rio de Janeiro – RJ), Comando de Aviação do Exército (Taubaté-SP); 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea ( Guarujá-SP); 12º Grupo de Artilharia de Campanha de (Jundiaí-SP); 2º Batalhão de Engenharia de Combate (Pindamonhangaba-SP); Companhia de Defesa Química, Biológica e Nuclear (Rio de Janeiro-RJ); 6º Grupo Lançador Múltiplo de Foguetes (Formosa- GO) e de efetivos do 2º e do 8º Batalhão de Polícia do Exército ( São Paulo-SP).

Leia também:
“OPERAÇÃO QUEBRA-CANGALHA” INICIA NESTA SEGUNDA NO INTERIOR DE SP

Skip to content