Escolha uma Página

Após confusão com Exército, homens do Morro do Alemão são soltos
Exército e grupo de cinco homens dão versões diferentes ao fato.
Grupo estava presos no Ary Franco, mas vai responder em liberdade.
Cinco homens que se envolveram em uma confusão no Morro do Alemão, Zona Norte do Rio, com homens do Exército foram soltos nesta terça-feira (18). O grupo e os soldados são versões diferentes para os fatos.
Eles passaram quatro dias no presídio Ary Franco, em Água Santa, no subúrbio do Rio. Segundo o Exército, os homens foram abordados pela patrulha quando voltavam para casa no Morro do Alemão.
Os militares alegam que os homens foram presos por terem ofendido a tropa com palavrões e alusões ao tráfico de drogas. Eles foram presos por desobediência e desacato à autoridade.
Ao deixar a prisão, um dos presos contou que o grupo foi preso por engano. Os militares os teriam confundido com outras pessoas que falavam alto perto dos soldados.
“Destravou o fuzil, botou na nossa cara, jogaram gás de pimenta na nossa cara. Levaram a gente lá para a base, lá para a base deles no Itararé. Ficamos quatro dias presos. Ficamos no meio de marginal vagabundo, assassino tudo aí”, disse ele.
Dos cinco presos, quatro trabalham nas obras do PAC no Morro do Alemão.
A Defensoria Pública da União pediu que os cinco fossem soltos e eles vão responder em liberdade.
O Exército não comentou as acusações do envolvido.
G1
Skip to content