Escolha uma Página
MP pede prisão de militar acusado de tentativa de homicídio

Thaiana de Oliveira
RIO DE JANEIRO (O REPÓRTER) – O Ministério Público do Estado (MP) requereu, à Justiça Criminal da Capital, a prisão temporária do Sargento do Exército Rodrigo Cláudio de Carvalho. O militar foi indiciado em inquérito policial da 38ª DP (Brás de Pina), por tentativa de homicídio contra Márcio dos Santos Nascimento.
A vítima foi atingida a tiros pelo sargento quando estava dentro de casa, em Cordovil, na Zona Norte do Rio, na noite do último dia 25. Nascimento está internado, em estado grave, no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Estadual Getulio Vargas, na Penha.
Segundo o titular da 6ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal da 1ª Central de Inquéritos da Capital, Alexandre Themístocles, que subscreveu o requerimento, o crime praticado pelo militar é duplamente qualificado pela motivação, decorrente de desavenças familiares, e pelo modo de execução, sem chances de defesa.
Para o Promotor, a tentativa de homicídio, praticado nestas circunstâncias, “é crime considerado hediondo pela legislação penal”. O MP ressalta ainda que o autor é “componente das forças de pacificação do Complexo do Alemão, habituado ao manuseio de armas de fogo e prossegue aterrorizando os familiares mais próximos da vítima, que temem pela própria vida”.
O MP requereu que a prisão do militar seja decretada pelo prazo de 30 dias, com expedição da ordem ao comandante do 2º Batalhão de Infantaria Motorizada, na Vila Militar, para apresentá-lo à autoridade da 38ª DP.

Skip to content