Escolha uma Página

Obra do 2º BEC coloca diretor do DNIT sob suspeita

O Tribunal de Contas da União (TCU) apontou irregularidades em obras comandadas pelo general Jorge Fraxe escolhido pela presidente Dilma Rousseff para por fim à corrupção dentro do Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (DNIT).

Leia também:
DEPUTADO DENUNCIA GENERAL DO DNIT

De acordo com o TCU, quando o general dirigiu a Diretoria Obras de Cooperação do Exército, em uma obra realizada na BR-101 entre a Paraíba e Rio Grande do Norte, o Exército comprou mais material do que o necessário e gastou em excesso com a manutenção de máquinas . A obra foi realizada pelo 2º Batalhão de Engenharia e Construção ‘Heróis do Jenipapo’, sediado na avenida Frei Serafim, em Teresina. O TCU aponta um prejuízo de R$ 40 milhões com as irregularidades.
Skip to content