Escolha uma Página
Mendes se reúne com secretários de agricultura e garante ação do Exército até o fim da aftosa
Objetivo é barrar a entrada da doença no país
A utilização de videoconferências tem ajudado as equipes técnicas do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Paraná e do Mato Grosso do Sul a se manterem atualizadas sobre o trabalho de fiscalização que vem sendo feito nos quatro Estados para barrar a entrada da aftosa no país, depois da confirmação de um foco da doença no Paraguai. As medidas adotadas pelas secretarias locais foram tema do encontro realizado nesta manhã na Superintendência do Ministério da Agricultura na Capital com o ministro Mendes Ribeiro Filho.
— A reunião foi para um contar ao outro o que está fazendo — disse Mendes.
O ministro confirmou a realização de uma missão do Exército focada no controle da aftosa quando a Operação Ágata2, em andamento nas fronteiras, terminar. A prorrogação do trabalho dos militares se estenderá até o término do ciclo da doença.
Estiveram presentes na reunião os secretários estaduais de agricultura do Rio Grande do Sul, Luiz Fernando Mainardi, de Santa Catarina, João Rodrigues e do Paraná, Norberto Anacleto Ortigara.
Skip to content