Escolha uma Página
Caminhão do exército tomba e mata militar

Gleyciano Rodrigues
Acidente no Vale do Juruá deixou outras quatro pessoas feridas.
O acidente ocorreu no ramal do Avaí, localizado no projeto de assentamento Paraná dos Mouras, na região do município de Mâncio Lima, no vale do Juruá. O caminhão de propriedade do 61º Batalhão de Infantaria e Selva do exercito brasileiro se deslocava em direção a cidade, quando o motorista perdeu o controle e tombou o veículo, nesta quarta feira (07/09).
No interior do veiculo estavam três militares do exército, além de um casal de agricultores com seus três filhos que pediram carona, segundo testemunhas que presenciaram o acidente. De acordo com um dos militares o motorista teria derrapado com o caminhão por causa da lama provocada pela chuva no ramal, vindo a ocasionar o acidente.
Um dos militares, conhecido como cabo “Elias” não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Já os soldados Bruno de Castro, 20 anos e Romário Nascimento Santos, 20 anos sofreram escoriações pelo corpo, além de suspeita de fraturas.
Jean Saldanha, 34 anos, foi o único civil que sofreu ferimentos graves, já sua esposa e as crianças não apresentaram escoriações ou qualquer tipo de fratura.
Equipes de paramédicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU, das cidades de Mâncio Lima e Cruzeiro do Sul foram acionadas para atender às vítimas que estavam localizadas a cerca de 140 km de Cruzeiro do Sul. Devido às péssimas condições de trafegabilidade as ambulâncias tiveram dificuldades para chagarem ao local do acidente e assim prestarem socorro.
Todos os sobreviventes foram levados para o hospital do Juruá em Cruzeiro do Sul e não correm risco de morte. O corpo do cabo “Elias” foi recolhido pelos peritos do Instituto Médico Legal – IML, onde aguarda na instituição a liberação da família para o sepultamento.
O RIO BRANCO
Skip to content