Escolha uma Página
Soldados tocantinenses que participaram de missão no Haiti recebem homenagem
A Câmara Municipal de Palmas homenageou na manhã desta quinta-feira, 25, os 30 soldados tocantinenses que participaram da missão de paz no Haiti, em comemoração ao Dia do Soldado.
Representando os 30 homenageados, o capitão Gustavo Muniz Caon traçou um breve histórico da missão de paz que iniciou poucos meses após o terremoto que matou mais de 150 mil pessoas no Haiti e alguns fatos marcantes como a realização de um parto no centro de Porto Príncipe e o enfrentamento do furacão Thomaz. “Nós cumprimos diversas atividades e operações para garantir um ambiente seguro e o 22º Batalhão do Exército conseguiu cumprir a sua missão. O Tocantins pode ter orgulho dos seus filhos”, disse Caon.
O comandante do 22º Batalhão de Infantaria do Exército tenente coronel Marco Antônio Martins disse que a homenagem ao Exército é de toda a sociedade tocantinense representada pelos vereadores. Martins anunciou também que outros 170 soldados tocantinenses serão enviados ao Haiti em nova missão de paz. “Eles já iniciaram um treinamento especial e a partir de fevereiro do ano que vem os soldados serão enviados para o Haiti”, afirmou.
O vereador Aurismar Cavalcante (PP) parabenizou os homenageados e disse que as forças armadas brasileiras são de paz, mas atuantes, e citou o trabalho feito no Rio de Janeiro no combate à violência. Já Milton Neris (PT) ressaltou ser um admirador do Exército brasileiro e disse que deseja vê-lo atuando junto com a segurança pública tocantinense no combate às drogas. “A sociedade clama por segurança e essa integração seria muito benéfica”, pontuou.
O vereador Carlos Braga (PMDB) ressaltou o orgulho que o povo tem do Exército por terem homens de todas as camadas sociais. “No Exército não tem rico ou pobre, há homens que querem somente servir à sua pátria”, disse. O vereador Lúcio Campelo (PR) lembrou que o Exército também vem trabalhando para minimizar as desigualdades sociais.
O presidente da Câmara, vereador Ivory de Lira (PT), encerrou a sessão solene lembrando que o Exército brasileiro é atuante em mais outros 18 países, não somente no Haiti. “O Exército sempre desenvolveu muito bem o seu papel e essa sessão é uma justa homenagem, um reconhecimento e o orgulho que temos desses soldados”, disse. (ASCOM)
Skip to content