Escolha uma Página

Quadro Especial: Ministro da Defesa vai encaminhar projeto para o Congresso
O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), reconhecido pelo trabalho em defesa dos militares QE, esteve reunido com o Ministro da Defesa, Celso Amorim, na terça-feira (23). Na audiência, Paulo Pimenta apresentou um panorama atualizado sobre a situação do efetivo QE, da Marinha, Exército e Aeronáutica, que durante anos foi esquecido pelo Comando das Forças Armadas.
De acordo com parlamentar gaúcho, o Ministro Amorim foi muito receptivo e adiantou que é interesse do Governo Federal dar continuidade ao trabalho, iniciado há dois anos pelo deputado Pimenta na Câmara Federal, que visa garantir um plano de carreira aos militares do Quadro.
Conforme Amorim, o projeto, que trata da reestruturação do Quadro Especial, está em fase de conclusão e assim que chegar em seu gabinete será despachado, de forma imediata, para a Casa Civil proferir parecer e encaminhar o texto ao Congresso Nacional. Paulo Pimenta comemorou o resultado da reunião. “Hoje, garantimos um passo importante em nossa caminhada em defesa da valorização do Quadro Especial. Saímos da audiência com o compromisso de que o Ministério da Defesa deve finalizar a proposta e encaminhá-la para a Câmara”, destacou Pimenta.
Mais uma vez, o parlamentar lembra a categoria que a sinalização de encaminhamento do projeto representa uma vitória, pois, segundo Pimenta, elimina o vício de origem e garante a tramitação legal para a proposta, que deve ser originária do Poder Executivo Federal. Sobre o teor do texto, o deputado esclarece que, assim que a proposta chegar à Câmara, poderão ser negociadas alterações, atendendo as reivindicações do efetivo. 
De acordo com Pimenta, a mobilização e o apoio da classe são componentes que dão legitimidade ao projeto, que visa fazer justiça aos militares QE e QESA. “Em dois anos de trabalho, já conseguimos o reconhecimento da classe por parte do Comando das Forças Armadas. Agora, os militares QE ganharam voz e vez no Congresso Nacional. Todos os dias, recebo inúmeros emails, cartas e telefonemas em apoio ao trabalho que estamos desenvolvendo em parceria com a classe. Quero dizer que todas essas manifestações nos motivam ainda mais para continuar lutando por mais dignidade e respeito a estes militares que representam um dos pilares Forças Armadas”, ressaltou Pimenta. 
Skip to content