Escolha uma Página

Jobim diz que acompanha investigações sobre fraude no Exército
O ministro Nelson Jobim (Defesa) disse nesta segunda-feira (1º) que acompanha as investigações do Ministério Público Militar contra oito generais do Exército, reveladas pela reportagem no domingo (31).
Segundo ele, os responsáveis “vão pagar” caso as suspeitas de fraude em obras de rodovias sejam comprovadas.
Jobim disse ter sido informado do caso na semana passada pelo comandante do Exército, Enzo Martins Peri. O general é um dos investigados pelo suposto desvio de R$ 11 milhões repassados pelo Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes).
O órgão, vinculado ao Ministério dos Transportes, tem sido alvo de diversas denúncias sobre irregularidades em licitações e aditivos em contratos.

Leia também:

COMANDANTE DO EXÉRCITO E MAIS SETE GENERAIS SÃO INVESTIGADOS PELO MINISTÉRIO PÚBLICOINVESTIGAÇÃO:CONVÊNIOS DO EXÉRCITO PARA OBRAS COM DNIT CHEGAM À R$2,3 BI

“Vamos ver o que é. O general Enzo é que me avisou que viria a matéria. Vamos examinar”, disse o ministro. “Se houver problema, vão pagar. Se não houver problema, as coisas continuarão iguais.”
Jobim afirmou que não quer “antecipar a culpa” dos oficiais e que caberá à PGR (Procuradoria-Geral da República) investigar Enzo, que tem foro privilegiado e só pode ser processado no STF (Supremo Tribunal Federal).
“Tudo isso tem que verificar o que é. Eu não costumo adiantar juízos nem antecipar a culpa”, disse o ministro.
AGÊNCIA JORNAL FLORIPA

Skip to content