Escolha uma Página
Militares distraem crianças em colônia de férias no Complexo do Alemão

Ana Cláudia Costa ([email protected]) e 

Catarina Alencastro ([email protected])

O verde-oliva da farda do Exército já não é mais um bicho de sete cabeças para as crianças dos complexos do Alemão e da Penha. Com a criação, há duas semanas, do projeto Férias na Força de Pacificação, em vez de sentirem medo dos militares, os pequenos moradores das favelas da região passaram a brincar com eles.
Idealizado pela Força de Pacificação, a colônia de férias reúne 320 crianças, escolhidas entre as que estavam com boas notas na escola. Elas têm participado diariamente de atividades esportivas e artísticas. Além disso, a programação inclui idas a um circo e visitas ao Forte de Copacabana.
De camiseta e boné confeccionados especialmente para a colônia, as crianças também são levadas para as instalações do Exército na antiga fábrica da Coca-Cola, próximo ao Complexo do Alemão, onde andam nos tanques de guerra e nos carros que transportam os soldados. Morador do Morro do Alemão, Rodrigo Nunes, de 10 anos, aguardava ontem ansioso para entrar num Urutu (veículo blindado):
— O que mais gostei até agora foi do passeio ao Forte de Copacabana — disse Rodrigo.
As atividades também incluem palestras sobre drogas. De acordo com o relações-públicas da Força de Pacificação, major Fábio Dockhorn, a inscrição para a colônia foi bastante concorrida: até mesmo quem não morava nos complexos do Alemão e da Penha quis participar. A colônia acaba hoje.
— Temos que nos aproximar da comunidade através das crianças. Elas são o futuro e precisam ter bons exemplos — disse o major Fábio Dockhorn.
Skip to content