Escolha uma Página
Justiça nega soltura de militar acusado de entregar jovens a traficantes em 2008
A ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou o pedido de soltura ao sargento do Exército acusado de entregar três jovens do Morro da Providência a traficantes do Morro da Mineira, no Centro, em 2008. Leandro Maia Bueno é um dos 11 militares que teriam entregue os rapazes a criminosos de facções rivais às do local onde que eles moravam.
A defesa do sargento, que está preso preventivamente desde 15 de junho de 2008, argumenta excesso de prazo na formação da culpa. Essa etapa é o fim da instrução processual, onde já foram reunidas provas da autoria e materialidade do crime.
Em sua decisão, a relatora destacou que a medida cautelar que determinou a prisão é justificada. A ministra solicitou informações ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) sobre o andamento da ação penal e determinou o envio dos autos ao Ministério Público Federal (MPF).
O mérito do habeas corpus será julgado pela Quinta Turma do STJ.
O DIA ONLINE
Skip to content