Escolha uma Página
Militares de Campinas vão patrulhar morros do Rio de Janeiro
Tropa é treinada para assumir missão por dois meses, a partir de abril
Cerca de 800 militares da Brigada de Infantaria Leve de Campinas vão substituir parte dos homens que estão no Complexo do Alemão e no Conjunto de Favelas da Penha, no Rio de Janeiro (RJ). A tropa assume o patrulhamento em abril e devem permanecer na capital por dois meses.
Oficiais e sargentos começaram nesta semana um treinamento com 104 militares, dos 800 selecionados, com oficinas para simular as ações que podem ocorrer na prática e tem a previsão para finalizar em seis semanas. A missão dos militares é manter a tranquilidade dos moradores, depois que os traficante foram expulsos do morro na capital carioca.
Segundo os militares, as ações têm semelhança com o que foram realizadas na Missão de Paz no Haiti. As aulas teóricas e práticas servem para capacitar a tropa em técnicas, táticas, patrulhamento e locomoção em meio urbano para proporcionar maior segurança para a população.
EPTV
Skip to content