Escolha uma Página
Cabo da Marinha é presa acusada de roubo em São João de Meriti
POR MARCELLO VICTOR

Foto: Fernando Quevedo / O Globo

Rio – A cabo da Marinha do Brasil, Rayanne Simões Lopes Monteiro, de 20 anos, foi presa em flagrante acusada de participar do roubo a um casal de adolescentes, na noite deste domingo, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Segundo a polícia, ela é lotada no Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (Cefan), na Penha, dirigia o veículo usado para abordar as vítimas, exigiu dinheiro e xingou os jovens.

De acordo com o Serviço Reservado (P-2) do 21º BPM (São João de Meriti), Rayanne e Carlos Eduardo dos Santos Silva, de 25 anos, estavam no Fox preto placa LCA-0937, dirigido pela militar. Eles abordaram um rapaz de 16 anos e uma adolescente de 13 anos, na Rua Elizário de Souza, no bairro Vila Norma, em São João de Meriti, por volta das 21h. Simulando estar armado, Carlos anunciou o assalto, levando pertences das vítimas.
Após o crime, os jovens comunicaram o assalto a uma patrulha do 21º BPM que passava pelo local. Os PMs avistaram o veículo em fuga e iniciaram a perseguição. Na Via Light, na altura de Nilópolis, na saída para o município de Mesquita, Rayanne perdeu o controle do carro e bateu na mureta de proteção. Ambos foram presos. No inteiror do carro, os policiais encontraram quatro telefones celulares, um relógio e dois vidros de perfume.
Na 54ª DP (Belford Roxo), central de flagrantes da região, as vítimas reconheceram um telefone celular e um relógio que foram roubados. Elas contaram ainda que a cabo exigiu dinheiro e as xingou. Segundo o delegado adjunto, André Almada, Rayanne disse ser militar a três anos e atleta da Marinha. Ela e Carlos Eduardo foram autuados por roubo. A pena pode variar entre quatro e 10 anos de prisão.
A militar foi levada da delegacia por uma escolta da Marinha do Brasil.
O DIA ONLINE
Skip to content