Escolha uma Página
Capitão solto
Acusado de deserção, o Capitão Luís Fernando, do Arsenal de Guerra de General Câmara, foi posto em liberdade ontem.
O caso do Capitão, que disputou a eleição para deputado federal pelo PT gaúcho, é acompanhado de perto pelo Palácio do Planalto.
O julgamento do Processo de Deserção pós-eleitoral, crime que o militar nega ter cometido, está marcado para o dia 14 de fevereiro, na sede da Justiça Militar, em Porto Alegre-RS.
Caso complicado
O Capitão sofre dois processos simultâneos: deserção e julgamento pelo Conselho de Justiça.
O militar também denuncia o EB na Justiça, pedindo reparação por danos morais e a sua reforma.
Se a situação ficar muito complicada para o petista, é grande o risco da chefona-em-comando Dilma Rousseff entrar na parada, nos bastidores do Forte Apache, para livrar o Capitão dos problemas.
Skip to content