Escolha uma Página
Militares gaúchos terminam instalação de ponte no Rio de Janeiro
Estrutura montada sobre o Rio Grande, em Bom Jardim (RJ), 
vai retomar acesso á comunidades ilhadas

Estevão Pires
Foi inaugurada, nesta terça-feira, a ponte construída por militares gaúchos sobre o rio Grande, em Bom Jardim, na região serrana do Rio de Janeiro. Montada em menos de dez dias por homens do 3º Batalhão de Engenharia do Exército, com sede em Cachoeira do Sul – considerado o melhor do ramo em toda a América Latina -, a estrutura retomou o acesso a comunidades que seguiam ilhadas no município, devido às enxurradas. O problema obrigava as autoridades a enviar mantimentos usando helicópteros.
A ponte tem 52 metros de extensão e suporta até 60 toneladas. “Provavelmente, foi a maior que já montamos, com comprimento que praticamente atinge o limite possível, de 60 metros”, detalhou o comandante do batalhão, o tenente-coronel Marcus Vinicus Mello. Cerca de 40 militares trabalharam na instalação e devem retornar nesta quarta-feira ao Rio Grande do Sul. Parte deles já havia atuado nas enxurradas do nordeste em 2010, quando uma ponte de 30 metros de extensão foi montada.
Devido à força das enxurradas, o percurso do rio Grande foi desviado do trajeto original, o que provocou mortes e desabamentos de residências. A previsão do Exército é de que a ponte provisória siga no local por pelo menos quatro meses. As autoridades já confirmaram mais de 840 mortes no Rio por conta das chuvas.
RÁDIO GUAIBA/CORREIO DO POVO

Leia também:
Skip to content