Escolha uma Página
O ministro brasileiro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou nesta 6ªfeira (7) que a decisão sobre o concurso para a compra de 36 caças que vão renovar a Força Aérea Brasileira deverá ser decidida ainda neste semestre.
“Esse assunto terá que se resolvido este ano – e ela (Presidente Dilma Rousseff) sabe disso – pelo menos neste semestre, no mínimo, uma vez que em 2016 começam a vencer os ciclos de vida dos Mirage 2000″, afirmou Jobim durante o programa “Bom Dia, Ministro”, da Empresa Brasil de Comunicação.
Na disputa estão o Rafale, da francesa Dassault, o Gripen NG, da sueca Saab, e o F18 Super Hornet, da norte-americana Boeing.
Em declarações anteriores, Jobim afirmou que a decisão sobre o concurso é política e admitiu que a França, com quem o Brasil tem uma parceria estratégia na área da defesa, tem vantagem na disputa.
Essa parceria com a França já permitiu ao Brasil adquirir 50 helicópteros de transporte EC-725, da Eurocopter, quatro submarinos convencionais – os Scorpènes – e o desenvolvimento de um submarino de propulsão nuclear.

CORREIO DO MINHO, VIA PODER AÉREO

Skip to content