Escolha uma Página

Virgínia Silveira
A Helibras, fabricante de helicópteros controlada pelo grupo francês Eurocopter, assinou, no dia 30 de dezembro, um contrato de US$ 92 milhões com o Exército Brasileiro para fazer a modernização de 33 helicópteros AS350 Esquilo, em operação há mais de 20 anos.
O programa de modernização, de acordo com informações da Helibras, capacitará os helicópteros a operar por mais 25 anos. As aeronaves serão equipadas com um novo sistema de piloto automático e painel de instrumentos digital, que reúne informações de navegação.
As novas soluções em sistema aviônico, segundo a Helibras, serão desenvolvidas no Brasil pela empresa Sagem Avionics, em conjunto com a Aeroeletrônica, de Porto Alegre.
Com esse fornecimento, as futuras revisões dos helicópteros poderão ser feitas no Brasil, assim como as eventuais modernizações de outras aeronaves civis e militares no país. Os trabalhos de modernização terão início este ano, nas instalações da Helibras, em Itajubá (MG), e a previsão é que sejam concluídos em 2018.
Este é o segundo contrato de modernização de helicópteros assinado pela Helibras com o Exército Brasileiro. No final de 2009, a empresa assumiu a reforma de 34 aeronaves AS365K Pantera, da Aviação do Exército. O contrato, no valor de R$ 375,8 milhões, prevê a troca de motores, aviônicos (aparelhos embarcados), e rádios das aeronaves.
A Helibras, em conjunto com sua controladora Eurocopter, também é responsável por outro importante contrato, de fabricação de 50 helicópteros de grande porte EC725, encomendados pelas Forças Armadas.
A compra está avaliada em R$ 5,1 bilhões e os três primeiros helicópteros foram entregues no dia 20 de dezembro. O projeto vai ampliar a fábrica da Helibras em Itajubá e dobrar o número de funcionários da unidade nos próximos três anos, passando de 350 para 700.
Valor online
Skip to content