Escolha uma Página
Apesar das restrições orçamentárias, o Projeto Calha Norte avançou na última década, segundo dados do Ministério do Planejamento. Confira algumas das principais realizações na área militar:
  • Construção de hospitais em São Gabriel da Cachoeira/AM e Iauaretê/AM; 
  • Construção, ampliação e recuperação de quase três dezenas de aeródromos; 
  • Construção do quartel da 1ª e 16ª Brigada de Infantaria de Selva; 
  • Construção do quartel do Comando de Fronteira do Rio Negro/5º Batalhão de Infantaria de Selva, em São Gabriel da Cachoeira/AM; 
  • Edificação de 08 Pelotões Especiais de Fronteira; 
  • Construção do Pavilhão de Terceiros do PEF de Querari/AM (fronteira com a Colômbia), que visa prover instalações para órgãos institucionais tais como: Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Militar e Civil, SUCAM e outros; 
  • Continuação da Implantação da 16ª Brigada de Infantaria de Selva (Tefé/ AM) e de Unidades da 1ª Brigada de Infantaria de Selva (Boa Vista/RR); 
  • Término da implantação do Pelotão de Pari-Cachoeira/AM (fronteira com a Colômbia); 
  • Implantação de mais 04 Pelotões Especiais de Fronteira: 
            -Tunuí-Cachoeira/AM (fronteira com a Colômbia);
            -Uiramutã/RR (fronteira com a Guiana);
            -Tiriós/PA (fronteira com o Suriname); e
            -Marechal Taumaturgo/AC (fronteira com o Peru). 
  • Implantação da 2ª Brigada de Infantaria de Selva em São Gabriel da Cachoeira/AM (fronteiras com a Colômbia e Venezuela); 
  • Início da Implantação do Batalhão de Barcelos/AM; 
  • Manutenção de instalações militares na área de fronteira (sistemas de abastecimento d’água em proveito das populações ribeirinhas, manutenção de escolas, ancoradouros e infra-estrutura básica); 
  • Manutenção de Embarcações da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, na Amazônia, que operam em proveito das populações ribeirinhas, contribuem para a vigilância da fronteira, prestam assistência social e apoio de saúde; 
  • Construção de Aquartelamento para um Pelotão de Fuzileiros Navais em Tabatinga/AM; 
  • Início da preparação das instalações para aquartelar um Batalhão de Fuzileiros Navais para emprego em Operações Ribeirinhas em substituição ao Grupamento de Fuzileiros Navais em Manaus/AM; 
  • Transferência das Instalações do Comando Naval da Amazônia Ocidental para a Ilha de São Vicente, Manaus/AM e transformado em 9º Distrito Naval; 
  • Início da construção da nova Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental (CFAOC) em Manaus/AM; 
  • Implantação do Núcleo do Destacamento da Base Aérea de São Gabriel da Cachoeira/AM, Eirunepé/AM e Vilhena/RO;
Skip to content