Escolha uma Página
PREPARADOS PARA PACIFICAR
Exército monta superestrutura para atuar com a Força de Paz no Alemão
Instalado há uma semana na antiga fábrica da Coca-Cola, na Estrada do Itararé, o Exército montou uma estrutura para dar melhor apoio aos soldados que atuarão na Força de Paz, que vai garantir a segurança dos moradores dos complexos do Alemão e da Penha.
No local, foram montadas tendas para abrigar as tropas no momento do descanso — uma inclusive com televisão. Um contêiner foi transformado em banheiro com mictórios e reservados, equipados com ducha higiênica. Em outro, foram instalados 16 chuveiros.

Pablo Jacob
— Proporcionamos o máximo de conforto para os soldados. Eles têm que se sentir bem porque isso se reflete no trabalho — acredita o Major Cabanas, subcomandante do 25º Batalhão de Infantaria Paraquedista (BIPQDT). 
O contêiner enfermaria conta com três leitos e está equipado para socorros imediatos. E outro que foi transformando em cozinha, onde foi preparada, por oito dias, a alimentação peculiar dos militares: a ração operacional. Ela nada mais é do que comida termoprocessada: embalados a vácuo, os alimentos são cozidos a vapor em elevadas temperaturas e tem validade de, no máximo dois anos.
— É uma maneira de se alimentar de forma rápida, com a nutrição necessária — garantiu o capitão Randal, comandante do 20º Batalhão Logístico Paraquedista (BLOG PQDT).
No entanto, desde ontem, a comida dos soldados passou a ser feita no quartel e levada para os militares em caixas térmicas.
— É para dar uma variada no cardápio. A alimentação é um fator desestressante para o combatente. Melhor alimentado, mais estimulado. Mas a termoprocessada não foi descartada. Caso haja algum problema com a comida feita no quartel, usaremos a ração — afirmou o major Cabanas.
Pablo Jacob

Além da comida, há uma preocupação da corporação com a hidratação dos soldados de plantão:
— De três em três horas, uma equipe faz uma espécie de ronda levando água e suco gelados para os homens. Como está muito quente, não podemos deixá-los desidratados — disse o capitão Randal, informando a quantidade de gelo utilizada por dia: uma tonelada.
Todos os dias há um revezamento. Ontem, por exemplo, o 25º BIPQDT passou o comando ao 27º BIPQDT, que fica até as 13h de hoje.
EXTRA
Skip to content