Escolha uma Página

EBC firma contrato para transmitir segunda maior competição esportiva mundial

Gilberto Costa

A TV Brasil vai transmitir os 5º Jogos Mundiais Militares, que serão disputados entre 16 e 24 de julho do ano que vem, no Rio de Janeiro. Até as Olimpíadas de 2016, essa será a maior competição esportiva realizada no Brasil. Segundo o Ministério da Defesa, 6 mil atletas de 110 países participarão do torneio.
A diretora-presidenta da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Tereza Cruvinel, assinou na manhã de hoje (16), na sede do Comando do Exército, em Brasília, o contrato de transmissão dos jogos pela TV Brasil. A competição reunirá 20 modalidades desportivas, 15 delas olímpicas, como atletismo, natação, hipismo, basquete, futebol, vôlei, vela e boxe. 
Segundo o presidente da Comissão Desportiva Militar do Brasil, o vice-almirante Bernardo Gamboa, o Ministério da Defesa gastará R$ 1,4 bilhão na infraestrutura dos jogos. O Brasil (Rio) foi escolhido em 2007 pelo Conselho Internacional de Esportes Militares em disputa com a Turquia.
Para Tereza Cruvinel, a preferência pelo Brasil é foi decorrência do novo papel que o país desempenha hoje entre as nações. “Isso não estaria acontecendo se não tivéssemos superado as marcas do subdesenvolvimento”, disse ela, durante a solenidade.
O contrato assinado pela EBC é sem custo: não há pagamento pelo direito de transmissão, que também foi adquirido por seis emissoras comerciais. Também não será cobrado ingresso para quem quiser assistir aos jogos nas arenas.
De acordo com o vice-almirante Bernardo Gamboa, as Forças Armadas recrutaram 300 atletas, que também poderão participar das Olimpíadas de 2012. A meta é que o Brasil fique entre os três primeiros colocados no quadro de medalhas.
Além de preparar os atletas, a competição garantirá a construção de três vilas militares para eles na zona oeste do Rio, que serão utilizadas posteriormente para hospedagem de 3 mil árbitros nos Jogos Olímpicos de 2016.
Essa não é a primeira vez que atletas de projeção são recrutados pelas Forças Armadas. Em 1959, Pelé, já campeão do mundo, serviu ao Exército no Grupo de Artilharia de Costa, na Praia Grande, em Santos (SP). Naquele ano, o Brasil foi campeão militar sul-americano de futebol.
Edição: Nádia Franco
Skip to content