Escolha uma Página
Raul Spinassé/Agência A TARDE

Veleiro-escola alemão Gorch Fork está ancorado no Porto de Salvador há uma semana

Veleiro-escola alemão Gorch Fork está ancorado no Porto de Salvador há uma semana
Samuel Lima (colaborou Içara Bahia)
Um treinamento de rotina terminou em morte, a bordo do veleiro-escola alemão Gorch Fork, ancorado no Porto de Salvador há uma semana. A cadete Sarah Lena Seele, de 25 anos, não resistiu aos ferimentos, após despencar de um dos mastros da embarcação, por volta das 10 horas do último domingo.
Ela caiu de uma altura de 27 metros, direto no convés. Vítima de múltiplas fraturas, a alemã chegou a ser socorrida – foi levada por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Hospital Espanhol, onde morreu no final da noite de domingo, apesar de submetida a cirurgias.
As investigações do caso ficarão a cargo da Polícia Federal. Um oficial da embarcação e outra cadete (aspirante a oficial) prestaram depoimento na sede da Superintendência da PF, em Água de Meninos, na tarde desta segunda-feira, 8. O conteúdo dos interrogatórios não foi divulgado.
Os militares saíram pelos fundos do prédio e logo entraram em um Fiat Palio, conduzido por um membro da agência que representa o Gorch Fock na Bahia. Ambos não quiseram falar com a imprensa e retornaram ao veleiro.
Sem resposta – A reportagem tentou contato com o comandante da embarcação, Norbert Schatz, mas outros membros da tripulação disseram que informações sobre o ocorrido não seriam fornecidas. Conforme Glaucimara Silva, assessora da Embaixada da Alemanha no Brasil, a Marinha Alemã emitiu comunicado, no qual apenas confirmou a morte de Sarah Seele.
“A Marinha Alemã informou que está investigando as causas e as circunstâncias do acidente e que não se sabe se houve falha de segurança. A embaixada já avisou aos familiares da cadete”, disse Glaucimara. O corpo da vítima está no Instituto Médico Legal Nina Rodrigues.
Não foi confirmado se os parentes dela virão a Salvador nem quando será o traslado do corpo. Do condado de Holzminden (Baixa Saxônia, noroeste germânico), Sarah entrou na marinha em março de 2007. Ela integrava a Escola de Marinha Mürwik, Flensburg, perto da fronteira entre Alemanha e Dinamarca.
Skip to content