Escolha uma Página
Após 24 horas da morte do Soldado Webert da Silva Barros,  o Exército ainda não sabia dar nenhuma explicação para o ocorrido.
O comando da 3ª Brigada de Infantaria Motorizada não disse se ele foi vítima de homicídio, disparo acidental ou suicídio. O soldado, de 20 anos, ia ser promovido a cabo.
Em nota, a 6ª Companhia de Comunicação lamentou a morte e informou que o soldado foi encontrado no chão com um ferimento de bala 9mm no peito. Os familiares disseram que amigos do rapaz ouviram um tiro do lado de fora do alojamento. Ao receber socorro, o jovem disse que alguém teria atirado contra ele.
Devido a não conclusão do motivo da morte, o velório do soldado foi feito sem o corpo.

FOLHA VITÓRIA

Leia também:
SOLDADO MORRE BALEADO EM QUARTEL DO EXÉRCITO

Skip to content