Escolha uma Página
“Onde se fizer necessária a presença do Estado Brasileiro nós estaremos lá, tanto aqui no Brasil como no exterior. E não só para os brasileiros mas para aqueles que buscam nosso apoio”. Assim afirmou o Tenente-Coronel Aviador Marco Aurélio de Oliveira, comandante do C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira, que decolou, na quarta-feira, dia 27, com quatro toneladas de medicamentos e insumos para o combate ao surto de cólera que atinge o Haiti. A aeronave é do 1º Grupo de Transporte de Tropas, sediado no Rio de Janeiro. A previsão de chegada é na quinta-feira pela manhã.
 Incluídos na carga transportada pela aeronave estão 10.575 frascos de Hipoclorito de Sódio; 12.600 envelopes de sais para reidratação oral; 3.500 frascos de solução Ringer Lactato, usados para reidratação venosa em pacientes em estado grave; 16.200 equipos para soro Macrogotas, composto por conta-gotas, tubo e soro para hidratação venosa; e 43.200 pares de luvas descartáveis. De Brasília, o Hércules faria escala em Boa Vista e seguiria para Porto Príncipe.
 A missão foi autorizada pelo Ministério da Defesa atendendo à solicitação do Ministério da Saúde. De acordo com o representante brasileiro no Comitê Gestor de Saúde Brasil-Haiti, Carlos Felipe D’Oliveira, a participação da Aeronáutica é essencial em missões como essa. Ele também ressaltou o trabalho realizado por militares brasileiros após o terremoto de Porto Príncipe. “Fiquei no Batalhão Brasileiro, acompanhei o trabalho de Hospital de Campanha da FAB. É importante também para as Forças Armadas desenvolver este tipo de ação que elas ganham também bastante experiência não apenas nas questões técnicas mas também logísticas”, disse.

Fonte: Agência Força Aérea

Skip to content