Escolha uma Página

Ao menos 150 cidades terão presença das Forças Armadas no 2º turno das eleições

COLABORAÇÃO PARA A FOLHA de SP
Ao menos 150 municípios de nove Estados devem receber auxílio das Forças Armadas durante o segundo turno das eleições, neste domingo (31): Alagoas (9), Amapá (1), Amazonas (11), Maranhão (5), Pará (80), Paraíba (5), Piauí (25), Rondônia (10) e Tocantins (4).
O número era o que tinha sido autorizado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) até a noite de sexta-feira (29), mas o tribunal ainda pode analisar outros pedidos em caráter de urgência. No primeiro turno, a força federal foi autorizada pelo TSE a atuar em 256 cidades de 12 Estados.
As Forças Armadas podem atuar, por exemplo, na segurança da votação e no transporte de urnas e servidores a locais de difícil acesso. 
No Amazonas, forças da Marinha vão reprimir o transporte ilegal de eleitores por vias fluviais em Manaus, Tefé, Paritins, Itacoatiara, Boca do Acre e Eirunepé. 
Já a Força Aérea Brasileira (FAB) informou que levará, por meio de suas aeronaves, mais de 500 urnas eleitorais a localidades de difícil acesso nas regiões Norte e Nordeste. 
No Acre, helicópteros levarão o dobro de urnas (240) em relação ao primeiro turno para cerca de 32 aldeias porque, além da eleição presidencial, o Estado realiza também um referendo para decidir sobre fuso-horário. Nesse período, as aldeias ficam inacessíveis em razão da secas dos rios da região.
Skip to content