Escolha uma Página
Atendendo solicitação do 22º Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro, o servidor da coordenação Indígena, da Secretaria da Cidadania e Justiça, Evalcy Kunum Apinaye, ministrou palestra de orientação sobre os costumes, a língua, a cultura e o cotidiano dos povos indígenas Krahô e Xerente.
O objetivo da reunião foi nortear os militares para o acompanhamento das eleições nas referidas aldeias, que ficam, respectivamente, nos municípios de Itacajá/Goiatins e Tocantínia. O evento, que contou com a participação de, aproximadamente, 50 cabos, soldados e sargentos do Exército, foi realizado na manhã desta sexta-feira, 24, na sede da Instituição. O Exército, no Tocantins, é comandado pelo Tenente Coronel Marco Antonio Martin da Silva.
Atualmente, o povo Krahô conta com 2 mil 356 indígenas, divididos em 22 aldeias, já o povo Xerente, tem 2 mil 929 indígenas, repartidos em 56 aldeias.
De acordo com informações dos militares, o TRE-TO – Tribunal Regional Eleitoral, também esteve no Exército prestando orientações aos aspirantes responsáveis para manter a ordem, no dia das eleições, nas aldeias.
Povos
São aproximadamente 12 mil indígenas distribuídos em sete povos, os quais são Apinayé, Krahô, Javaé, Karajá, Karajá/Xambioá, Xerente e Krahô-Canela. (Da Ascom/Seciju)
Skip to content