Escolha uma Página

Defesa ganha mais 488 cargos de confiança

Lula sanciona lei que amplia poder do ministério e envia ao Congresso projeto que aumenta número de postos

Luiza Damé
O presidente Lula sancionou ontem lei que dá mais poder ao Ministério da Defesa e enviou ao Congresso outro projeto que aumenta o número de cargos à disposição da pasta.
O ministério tem hoje 931 cargos de DAS, os chamados cargos de confiança, mas o governo quer criar 488 novos postos, com impacto anual de R$ 18,9 milhões.
No total, Lula assinou sete atos na área, incluindo a nomeação do general José Carlos de Nardi como chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas.
Criado pela lei sancionada ontem, o cargo de chefe do Estado-Maior Conjunto é equivalente ao dos comandantes da Marinha, da Aeronáutica e do Exército.
Seu ocupante será responsável pelo emprego das Forças Armadas, e os comandantes, pelo treinamento dos militares.
Foram criadas duas secretarias na estrutura da Defesa — uma responsável pela política de compras das Forças Armadas e outra, por ensino, saúde, desporto e pessoal. 
O GLOBO
Skip to content