Escolha uma Página
No fim da tarde Ban Ki-moon homenageou, no Forte do Leme, os brasileiros mortos no terremoto de 7 graus de magnitude que atingiu o Haiti em janeiro deste ano. O Brasil perdeu 18 militares e 3 civis, entre eles a coordenadora da Pastoral da Criança, Zilda Arns, na tragédia. Em um discurso emocionado, em português, Ban Ki-moon agradeceu os sacrifícios feitos pela manutenção da ordem e pela reconstrução do país caribenho. O Brasil lidera a Minustah, a força de paz das Nações Unidas para o Haiti. A cerimônia contou com a presença dos familiares das vítimas do terremoto. O ministro da Defesa, Nelson Jobim, foi representado pelo comandante da Marinha do Brasil, o almirante Julio Soares de Moura Neto.
– A ONU está profundamente agradecida pelos sacrifícios feitos pelo povo brasileiro – disse Ban Ki-moon, arranhando no português. 
O GLOBO
Skip to content