Escolha uma Página
Agência Brasil/LH
O Ministério da Defesa lançou hoje (12), no Rio, o selo comemorativo da 5ª Edição dos Jogos Mundiais Militares, que serão realizados em julho de 2011, na capital fluminense. É a primeira vez que a América sedia os jogos.
Durante evento no Monumento aos Pracinhas, no Aterro do Flamengo, onde também foi festejado o “Dia da Vitória”, em homenagem à participação da Força Expedicionária Brasileira (FEB), na Segunda Guerra Mundial, na Itália, esta manhã, o diretor da Secretaria de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Marco Aurélio Klein, destacou a importância do evento, que poderá servir de modelo para as demais competições esportivas na cidade.
”Certamente, servirá de testes. Temos que trabalhar para ver como a infraestrutura, a organização, o funcionamento da cidade e a receptividade das pessoas irá funcionar e tentar tirar contribuições para as Olimpíadas (2016) e a Copa do Mundo (2014)”, afirmou.
A competição militar terá 6 mil atletas de 110 países, disputando 20 modalidades. A infraestrutura esportiva foi dividida na cidade e serão aproveitados equipamentos dos Jogos Pan Americanos (2007), como o Estádio João Havelange (Engenhão), Ginásio do Maracanãzinho, Centro Nacional de Hipismo e o Parque Aquático Maria Lenk.
As delegações devem se instalar em três vilas de atletas militares: a Vila Branca, em Campo Grande; Vila Verde, em Deodoro; e a Vila Azul, no Campo dos Afonsos, na zona oeste. Depois das competições, as instalações serão transformadas em moradia militares.
Organizado pelo Conselho Internacional de Esporte Militar (CISM) com o objetivo de promover a amizade, a solidariedade e contribuir para o “harmonioso desenvolvimento militar”, a próxima edição da competição terá como slogan “Os Jogos da Paz”.
A primeira edição dos Jogos Militares foi realizada em Roma (1995), na Itália, seguida por Zagreb (1999), na Croácia e por Catânia (2003), também na Itália. A última edição foi realizada em Hyderabad (2007), na Índia.
Também começou hoje, no Rio, a 65ª Assembleia e Congresso Geral do Conselho Internacional de Esporte Militar para debater e trocar informações sobre como incentivar as atividades militares desportivas e a gestão de rendimentos.
O CISM foi criado após o fim da Segunda Guerra Mundial, em 1948, com espírito pacifista e de integração dos países. A instituição conta com integrantes de 133 países e é a terceira maior entidade desportiva do mundo.
Skip to content