Escolha uma Página
O hospital de campanha do Exército montado em Jardim Catarina, em São Gonçalo, atendeu a mais de 200 pessoas nas primeiras 24 horas. O bairro foi um dos mais afetados por alagamentos no município, durante as chuvas da semana passada.
Segundo a major do Exército Simone Moura, muitas pessoas estão procurando a unidade por causa de problemas de pele e respiratórios, diarreia, vômitos e gripe. Pelo menos três casos suspeitos de leptospirose foram registrados na unidade, montada em contêineres e tendas.
“Qualquer pessoa pode procurar o hospital de campanha, que está à disposição, com atendimento de excelência em pediatria e clínica médica para todos os moradores da região do Jardim Catarina. Mas também atendemos moradores de outros locais que precisarem”, disse a major.
A moradora do Jardim Catarina Deise de Barros, de 22 anos, resolveu procurar o hospital de campanha na manhã de hoje, depois que seu filho, de seis meses, começou a apresentar problemas respiratórios.
“A casa da minha sogra começou a inundar durante a chuva e então a gente foi para o terraço. Tivemos que dormir no chão e no frio. A gente pegou muita friagem. Depois disso, ele [o filho] começou a ficar resfriado e teve febre. Ele está tossindo muito e não está conseguindo respirar direito”, conta.
O hospital do Jardim Catarina, que começou a funcionar às 10h de ontem (12), fica aberto 24 horas. Outro hospital de campanha do Exército foi montado na comunidade vizinha do Salgueiro.
AGÊNCIA BRASIL
Skip to content